25 de dez de 2011

RITUAIS DE FINAL DE ANO


E aí, estava boa a ceia de Natal? Cá prá nós que toda família tem sua receita especial do dia de Natal. Lá em casa, é o famoso salpicão da minha irmã Ana - casada com um lajeadense, que por mais quantidade que ela faça sempre falta (e olha que ela é exagerada). E na sua qual o prato tradicional do Natal? 
As festividades são recheadas por costumes culinários, tradições e superstições que as acompanham e passadas através da cultura em que as pessoas vivem. E acreditando ou não todos respeitam esses valores, nem que seja pelo sabor e expectativa que eles causam.
Para o Ano Novo, atire a primeira pedra quem não compartilha de pelo menos dois de três desses costumes: o que pode ou não comer no Ano Novo; simpatias para atrair energias positivas e novas resoluções para o próximo ano.

Símbolos gastronômicos da sorte
Muitas pessoas vão "comer para dar sorte" por tradição, na virada do ano. Ao longo da história, as pessoas comem determinados alimentos no dia de Ano Novo, esperando ganhar riqueza, amor, ou outros tipos de boa sorte no próximo ano.  Alimentos como presunto ou carne de porco são destes simbolismos. O porco está associado ao fato de usar seu focinho para escavar a terra sempre a sua frente. E aí vem a idéia de comer esse tipo de carne para ir em frente no ano novo.  Já a lentilha simboliza o dinheiro. Ela incha e se torna maior quando cozida, o que indica prosperidade e recompensas financeiras. A lentilha é um símbolo de prosperidade.

O que não pode comer                                                                                                                             Existem alguns alimentos que são evitados na ceia de Ano Novo, como lagosta e frango porque andam para trás e poderiam frustrar qualquer sorte que estaria por vir.  Ave que voa, também é barrada em algumas mesas porque a sorte e a prosperidade poderiam "voar" como elas.

E as simpatias para amor, dinheiro e energias positivas?                                                                 São muitas e variadas, mas nada como fazê-las  a dois, se possível for. Tudo pela criatividade no ano que se inicia. 
Como:
  • Aquele banho de ervas (a dois) com folhas de arruda, alecrim, manjericão, manjerona e muitas pétalas de rosas vermelhas.
  • Pular de mãos dadas, com o pé direito a meia-noite.
  • Pular com uma taça de champanhe numa mão e a outra apertando a mão de alguém que você gosta – para que os vínculos de afetos se perpetuem no próximo ano - mas sem deixar derramar. E, depois jogar o champanhe de uma vez só para trás.                                           
  • Usarem uma peça de roupa nova e na cor amarela. O amarelo representa o ouro e a riqueza. Depois da festa, retirar esta peça um do outro e guardarem como amuleto da sorte.
  • Fazer bastante barulho ao dar meia noite! Afastando as energias negativas e depois cantem muito. A música reenergiza e atrai sentimentos bons.

Resoluçõesde Ano Novo                                                                                                                              E quem nunca disse: "no ano que vem tudo será diferente". E aqui está o grande vilão do final de ano. Nossa lista de prioridades, sem antes termos avaliado nossa lista de objetivos não atingidos no ano que acabou.
Na verdade nossa busca incessante pela felicidade é o que move os rituais do Ano Novo.  Ficamos ávidos, em qualquer área da vida, por tudo que nos garanta uma satisfação imediata.  Também procuramos soluções mágicas, que estejam fora de nós – como os rituais de fim de ano - semjamais nos sentirmos saciados nos relacionamentos, com o amor e a atenção doparceiro, do amigo, dos pais.

O resultado desta procura pela felicidade e a solução de problemas inicia na valorização do que você já tem e construiu emocional e materialmente até então. E este é o seu caminho da sorte para alcançar os prazeres tão desejados. 
Lembre-se: time que está ganhando não se mexe. Mesmo assim não deixe de comer o porco e beber a champagne.
Boa entrada em 2012.