25 de dez de 2011

RITUAIS DE FINAL DE ANO


E aí, estava boa a ceia de Natal? Cá prá nós que toda família tem sua receita especial do dia de Natal. Lá em casa, é o famoso salpicão da minha irmã Ana - casada com um lajeadense, que por mais quantidade que ela faça sempre falta (e olha que ela é exagerada). E na sua qual o prato tradicional do Natal? 
As festividades são recheadas por costumes culinários, tradições e superstições que as acompanham e passadas através da cultura em que as pessoas vivem. E acreditando ou não todos respeitam esses valores, nem que seja pelo sabor e expectativa que eles causam.
Para o Ano Novo, atire a primeira pedra quem não compartilha de pelo menos dois de três desses costumes: o que pode ou não comer no Ano Novo; simpatias para atrair energias positivas e novas resoluções para o próximo ano.

Símbolos gastronômicos da sorte
Muitas pessoas vão "comer para dar sorte" por tradição, na virada do ano. Ao longo da história, as pessoas comem determinados alimentos no dia de Ano Novo, esperando ganhar riqueza, amor, ou outros tipos de boa sorte no próximo ano.  Alimentos como presunto ou carne de porco são destes simbolismos. O porco está associado ao fato de usar seu focinho para escavar a terra sempre a sua frente. E aí vem a idéia de comer esse tipo de carne para ir em frente no ano novo.  Já a lentilha simboliza o dinheiro. Ela incha e se torna maior quando cozida, o que indica prosperidade e recompensas financeiras. A lentilha é um símbolo de prosperidade.

O que não pode comer                                                                                                                             Existem alguns alimentos que são evitados na ceia de Ano Novo, como lagosta e frango porque andam para trás e poderiam frustrar qualquer sorte que estaria por vir.  Ave que voa, também é barrada em algumas mesas porque a sorte e a prosperidade poderiam "voar" como elas.

E as simpatias para amor, dinheiro e energias positivas?                                                                 São muitas e variadas, mas nada como fazê-las  a dois, se possível for. Tudo pela criatividade no ano que se inicia. 
Como:
  • Aquele banho de ervas (a dois) com folhas de arruda, alecrim, manjericão, manjerona e muitas pétalas de rosas vermelhas.
  • Pular de mãos dadas, com o pé direito a meia-noite.
  • Pular com uma taça de champanhe numa mão e a outra apertando a mão de alguém que você gosta – para que os vínculos de afetos se perpetuem no próximo ano - mas sem deixar derramar. E, depois jogar o champanhe de uma vez só para trás.                                           
  • Usarem uma peça de roupa nova e na cor amarela. O amarelo representa o ouro e a riqueza. Depois da festa, retirar esta peça um do outro e guardarem como amuleto da sorte.
  • Fazer bastante barulho ao dar meia noite! Afastando as energias negativas e depois cantem muito. A música reenergiza e atrai sentimentos bons.

Resoluçõesde Ano Novo                                                                                                                              E quem nunca disse: "no ano que vem tudo será diferente". E aqui está o grande vilão do final de ano. Nossa lista de prioridades, sem antes termos avaliado nossa lista de objetivos não atingidos no ano que acabou.
Na verdade nossa busca incessante pela felicidade é o que move os rituais do Ano Novo.  Ficamos ávidos, em qualquer área da vida, por tudo que nos garanta uma satisfação imediata.  Também procuramos soluções mágicas, que estejam fora de nós – como os rituais de fim de ano - semjamais nos sentirmos saciados nos relacionamentos, com o amor e a atenção doparceiro, do amigo, dos pais.

O resultado desta procura pela felicidade e a solução de problemas inicia na valorização do que você já tem e construiu emocional e materialmente até então. E este é o seu caminho da sorte para alcançar os prazeres tão desejados. 
Lembre-se: time que está ganhando não se mexe. Mesmo assim não deixe de comer o porco e beber a champagne.
Boa entrada em 2012.

7 de dez de 2011

O presente de Natal

O presente de Natal


Final de ano chegando e junto os estresses. Parece uma contradição inaceitável juntar as palavras stress e Natal na mesma frase, mas a verdade é que a época mais festiva do ano é também sinônimo de grande ansiedade para muitas pessoas. Geralmente elas chegam a dezembro, cansadas, loucas por férias e descanso.  Esta também é uma época de inúmeras festas de confraternizações, mas que junto com Natal e Ano Novo acabam muitas vezes se tornando mais tarefas a serem cumpridas.  É o momento do ano eleito para troca de carinho e agradecimento com aquelas pessoas que participaram dos eventos importantes da sua vida no ano que termina.
Na compra de presente seja criativo. Um presente pode ter muitas caras. Quer presente melhor do que presentear com atenção, companhia, idéias de programas para fazer junto, enfim, subverta a idéia de que presente de Natal se compra em loja, muitas vezes, não precisa ser assim. Sabemos que alegrias de consumo nos deixam mais ou menos anestesiados.
Sabemos que é mais fácil comprar algo material que o outro possa até trocar caso não goste. Muitas vezes, essa opção do presente acaba sendo “um tiro no pé” porque mostramos não prestar atenção na pessoa que dizemos amar, quando: não sabemos o que dar, qual a numeração dela, qual a cor que ela não gosta e o pior quando se dá pelo segundo ano seguido o mesmo presente.          
Aqui entra nossa sugestão, à troca de afetos como o melhor presente neste final de ano. Isso não quer dizer só um beijo e abraço ao estilo administrativo. Estamos falando de parar, olhar e descobrir o que realmente o seu amor deseja e ou lhe pede há muito tempo em termos afetivos e você “faz que não ouve”. É você expressar seu amor de outra forma. É fazer uma tentativa de apenas este ano, você dar presentes que realmente vão significar algo para quem recebe? Tipo ter um gesto generoso de fazer a outra pessoa feliz, como escrever o quanto aquele ano foi importante e ou divertido ao lado dela,                                                É atender ou satisfazer um desejo de quem você ama. 
Dê seus “presentes criativos”, em doses homeopáticas, em vários dias, mostrando em cada um, o quanto você prestou atenção e sabe o que o outro realmente queria de você ou da relação de vocês. Idéias para atrair, despertar e satisfazer o desejo de quem ama é que não faltam, não é?
Aproveite essa que é uma das épocas mais bonitas do ano para dedicar algum tempo especial à sua cara-metade e se descubram encantados novamente a partir destas idéias para fazer a dois.
O mais importante é passarem tempo de qualidade a dois, que se divirtam num cenário menos comum e quem sabe depois adocicar a relação com a ceia de Natal!

6 de dez de 2011

7 de nov de 2011

Lúcia Pesca: HOMENS SEUS CARROS E MULHERES

Lúcia Pesca: HOMENS SEUS CARROS E MULHERES:
Os homens costumam ter uma relação especial com seus carros. Algumas vezes essa relação pode assumir uma dimensão pessoal, ou quase isso.
Homens elegem as mulheres, com quem pretendem manter um relacionamento de maneira parecida.
Há vários tipos de proprietários de carros, por exemplo: os que o trocam anualmente por um novo, os que gostam de ter mais de um ao mesmo tempo e os que mantêm um mesmo exemplar por anos a fio. Tudo depende do valor dado ao investimento feito.

HOMENS SEUS CARROS E MULHERES

            Os homens costumam teruma relação especial com seus carros. Algumas vezes essa relação pode assumir uma dimensão pessoal, ou quase isso. Algo assim como se o automóvel se transformasse em gente, que interage que devolve sensações em troca dos estímulos que recebe. O nível de satisfação do feliz proprietário está diretamente relacionado com o quanto a sua aquisição se aproxima do seu ideal. Em geral se escolhe um carro pela sua beleza exterior, pela potência do motor, modernidade da mecânica e pelo conforto interior, além da economia e segurança.
     Homens elegem as mulheres, com quem pretendem manter um relacionamento de maneira parecida. A beleza exterior conta muito, mas também o potencial delas em satisfazê-los, a sensação confortável que produzem por estar ao seu lado, o desempenho físico e se são divertidas, são algumas das características procuradas na eleita. A diferença: elas também exercerão o direito do voto e podem ser mais ou menos exigentes.
      Há vários tipos de proprietários de carros, por exemplo: os que o trocam anualmente por um novo, os que gostam de ter mais de um ao mesmo tempo e os que mantêm um mesmo exemplar por anos a fio. Tudo depende do valor dado ao investimento feito.
     Começando pelos últimos, que mantém e preservam um mesmo exemplar. Pode ser que não dispunham de capital extra para trocá-lo, mas prefiro acreditar que entenderam que o valor investido no veículo de qualidade que adquiriram deva ser compensado por um período maior de usufruto do bem. Estes homens, em geral, dedicam boa parte do seu tempo à preservação das boas características do carro. Gastam horas na sua conservação e limpeza. Procuram agregar valor e conforto adicionando itens acessórios. Geralmente, não descuidam da correta manutenção do veículo, fazendo todas as revisões e trocas necessárias. A estes sujeitos está garantido o usufruto do seu veículo, em condições muito próximas às de novo, por anos.
        Certos homens colecionam relacionamentos da mesma forma como aqueles que trocam de carro todoano. Sabemos que depois de tão pouco tempo, um carro zero ainda não devolveu ao seu dono a satisfação que justifique a sua depreciação, ou seja, vai perder mais complementando o preço de um novo, comparado com o que o outro já desvalorizou. Será que não estão dispostos a perenizar uma união só porque o cheirinho de novo já se foi? Ou a pesquisa prévia não foi bem feita? Talvez a intenção inicial tenha sido colecionar experiências mesmo. Lembremos que o histórico fica e este sempre poderá ser reconhecido como tal.
         Outros homens há que gostam da simultaneidade. Seja de carros ou de mulheres, a relação será sempre superficial. A interação interpessoal não prescinde do aprofundamento e, sem isso, a satisfação dificilmente será completa. Da mesma forma como o anterior, o histórico fica.
      Talvez estes dois últimos tipos não tenham querido ou conseguido valorizar o seu investimento. Não se interessam ou não se importam em saber que uma mulher pode retornar prazer progressivo e crescente ao seu parceiro, quanto mais perceber que este investiu muito ao elegê-la e dá muito valor ao seu investimento, além de continuar investindo em preservá-la ao seu lado.
        O investimento no relacionamento não se mede em valor monetário, mas em tempo de vida. Este tipo de capital não retorna da mesma forma que foi, mas pode retornar de forma muito mais rica, com níveis de satisfação sempre maiores, desde que se tome cuidado ao fazê-lo e maior cuidado ainda, ao preservá-lo.
       Uma mulher bem escolhida poderá, só por isso, ser uma parceira excelente. Caso seja bem tratada, receba a atenção que merece de quem não se descuide da manutenção, receba acréscimos de alguns acessórios e, sobretudo, esteja segura de que o seu parceiro a ama, vai, com certeza, dar ao seu amado retorno imensamente maior do que foi investido nessa relação.

30 de out de 2011

O amor anda descartável


Os relacionamentos, hoje, estão cada vez mais descartáveis. Não há interesse em reparar ou tempo para concertar. As relações se assemelham aos eletro-eletrônicos: não funcionou, troca o modelo. Falta paciência para se adaptar e desmotivação para revalidar alguns valores resultando em separações. Reciclar é a palavra-chave para os afetos. Expectativas elevadas, desejo da “telepatia”, querer que ele funcione como “eu” leva a pequenas frustrações diárias, e estas vão minando a admiração pelo companheiro. Também detona a relação esperar do outro, comportamentos de sedução e carinho que, quando não atingidos, geram cobranças. Caminhos que levam ao distanciamento na comunicação e intimidade do casal. Como tornar possível esta reciclagem?
Renovar os valores vencidos, rir, encontrar humor, ter projetos juntos, não querer sempre ter razão, ouvir o outro e discutir a relação (com limites) diminuirá as constantes reclamações ou cobranças. Relacionamentos baseado em mudanças mais a capacidade de amar facilitam a continuidade de um amor duradouro, com harmonia e até a retomada da paixão.




Como passar tranquilamente por uma reforma a dois

Para uns, uma obra funciona como a gota d'água que expõe a crise existente sob a fina camada de reboco e termina até em separação. Para outros, trata-se de uma temporada turbulenta que, um dia, passa. E você, em que turma se encaixa? Confira algumas dicas para não cair no desmoronamento que uma reforma pode provocar a um casal.

24 de out de 2011

Ai que medo!! Me dá uma mão…


         Nossa vida é um espelho de nossas ações? Quanto nosso destino pode depender de como conduzimos nossa vida? Grande parte das pessoas acredita que a responsabilidade do que acontece com elas não depende, na maioria das vezes, delas mesmas. Em parte até pode ser, mas onde ficam nossas escolhas?  Escolhemos os imprevistos?  Tudo tem os dois lados, o nosso, o como e de quem escolhemos conviver.
         Pois às vezes tudo esta muito bem até os imprevistos colocarem pequenos obstáculos em nossos caminhos ou quando resolvemos mudar algo em nossas vidas para melhor.
          Mudança de casa, cirurgia plástica, voltar a estudar, uma separação conjugal ou comercial ou qualquer outra situação em que optamos mexer no que estava funcionando “bem” para melhorar nossa qualidade de vida. Enquanto fantasiamos e fazemos os planos para a mudança tudo são flores no momento que partimos para a execução ai começam os questionamentos, e os medos associados à decisão.
Outras situações são aquelas onde o destino nos impõe mudanças, como os imprevistos – às vezes previsíveis. Invade nossa intimidade, nosso status quo, nossos sentimentos sem pedir licença, como as doenças, a promoção ou o desemprego, o ganhar na loteria, a chegada de um novo amor ou mesmo a morte de alguém querido.
          Por escolha ou por imprevisto toda vez que enfrentamos obstáculos em nossas trajetórias, estes vem acompanhado de receios, dúvidas e medos. Nesta hora dividir esta ansiedade com nossos parceiros de vida tem papel fundamental para que possamos encarar estes temores sem covardia e sem adiarmos este enfrentamento.
          Um destes parceiros são os amigos, eles são a família que escolhemos e optamos por caminhar ao nosso lado. Cada amigo representa um mundo diferente dentro de nós, e por isso cada situação que vivemos somos surpreendidos por esse ou aquele amigo, ou seja, o que mais se identifica e pode se dedicar com aquela caminhada ou problema. E, tem coisa melhor do que quando você olha ao redor, se sentindo sozinho e com medo e seu melhor amigo abre a porta e chega de surpresa para pegar na sua mão? Melhores amigos ouvem o que você não diz e fica junto sem você pedir.
           A família, quase sempre, está mais consciente de como apoiar e ajudar a superar os momentos difíceis, mas eles esperam a autorização para se envolverem com todo o processo. Durante um tempo altamente emocional e tenso, é fácil se perder em suas próprias emoções e sentimentos esquecendo-se de pedir ajuda a quem está mais próximo.  Precisamos entender que nossa família está envolvida diretamente com nossa angustia e também poderá estar se sentindo confusa de como e quando atuar nestes momentos de conflito.  Por nos conhecerem muito bem eles são companheiros incansáveis agüentando nossas lamentações, dores e irritações no piores momentos  sabendo a hora de calar e a hora de falar.
Nós ensinamos as pessoas a como nos tratar. Nesta hora ao invés de reclamar você aprende a renegociar seus relacionamentos para ter o apoio que precisa. Aqui depreendemos a máxima de que é preciso tratar os outros da mesma maneira como queremos ser tratados. Se as pessoas em nossa vida nos tratam de uma forma carinhosa, atenciosa e dedicada é porque provavelmente nós fazemos o mesmo com elas. Somos responsáveis por nossas ações e relacionamentos e estes podem a qualquer momento serem redefinidos.  
            Portanto, devemos tomar decisões cuidadosas para depois puxar o gatilho. Aprender que não podemos viver sozinhos.  Que falar é fácil.  Que é o que você faz que determina o roteiro de sua vida. Traduzir suas idéias, entendimentos e dividi-las com seus parceiros irão significar ações construtivas.  Devemos usar nossa dor para sair da situação medrosa que nos encontramos e chegar onde queremos estar. Fazer com que a mesma dor que hoje vem carregada de peso negativo amanhã seja transformada em vantagem. Que ela seja vista como a motivação que faltava e que precisávamos para mudar e ter qualidade a vida. Ter a certeza de que vale a pena o risco de tomar decisões para mudar, e que os sonhos e a nossa vida não são para serem jogados ao vento.
            Meus caros, arriscar pode ser assustador, mas valerá a pena quando olharmos para o lado e virmos que não estamos sozinhos, que conseguimos construir a nossa turma nesta caminhada tortuosa e gostosa que é viver. E que ali sempre estarão eles: nossa família, amigos e amantes.






Lúcia Pesca: Investir em reforma ou construção? Só se….Cadavez....

Investir em reforma ou construção? Só se… O casal estiver em sintonia. Cada vez fica mais evidente o quanto é necessário ter habilidade e jogo de cintura para a manutenção e resolução de problemas dentro de uma relação a dois....a construção ou reforma de uma casa tem chamado atenção dos terapeutas de casais pela busca de ajuda em por esses problemas estarem levando a separação.

17 de out de 2011

Lúcia Pesca: Cante e Encante

Lúcia Pesca: Cante e Encante: Você já cantarolou hoje? Quando ouvimos alguém dizendo: “esta música é da tua ..." As letras das canções de amor são importantes. Se quisermos amolecer nosso coração, aproximar alguém...então cante: Me aqueça!/ Me vira de ponta cabeça/ Me faz de gato e sapato/

Cante e Encante


CANTE E ENCANTE
Você já cantarolou hoje? Semana passada? Quando foi a última vez? Quando ouvimos alguém dizendo: “esta música é da tua época…” a sensação inicial é de que não só a musica passou, mas como a época de ouvir aquela musica também passou. Não!!!!
Se em algum momento gravamos uma musica em nossa memória é porque estávamos abertos afetivamente para que ela invadisse nossa intimidade. Se quisermos amolecer nosso coração, aproximar alguém ou mostrar nossa felicidade, mas ficamos constrangidos em expressar sentimentos porque não fazê-lo através da musica ou com trechos de canções de amor e sedução?  Elas melhoraram a vida dos românticos de todas as idades.  As letras das canções de amor são importantes, porque elas lembram alguém, o momento e a intensidade da emoção vivida naquele lugar. As musicas que cantam o amor e a sedução cativante e tocam o coração.                                                                                                                         
Criei uma história de amor e sedução para que vocês se inspirem e a partir daqui se apaixonem novamente. “Quando o conheci e me encantei vi um mundo se abrindo e queria um lugar só para nós”. Cantei então:  We've Only Just Begun - Carpenters - (Nós apenas começamos)                                                      Nós apenas começamos a viver/ Rendas brancas e promessas/ Um beijo para dar sorte e estamos no nosso caminho/ Tanta vida pela frente, encontraremos um lugar onde haja espaço para crescer/ E sim! Nós apenas começamos                                                                       Frisson - Roupa Nova - Meu coração pulou/ Você chegou, me deixou assim/ Com os pés fora do chão.../ Me enfeitiçou/ Eu nunca vi nada igual/ De repente/ Você surgiu na minha frente…/ Você me conquistou/ Me olha, me toca/ Me faz sentir/ Que é hora, agora/ Da gente ir                                      
Um homem cauteloso cantaria esta musica dizendo que: Explorei o terreno antes de pisar, embora não tenha dado um só passo atrás. Procurei reconhecer e confirmar a sua disposição, predisponência e susceptibilidade antes de cada movimento em sua direção. Você estava de óculos e eu não podia ver o brilho nos seus olhos, então me fixei nos seus lábios, que foram me dando informações precisas e preciosas do seu estado emocional e do seu desejo, de como você se deixava envolver por cada palavra minha. Quando você tirou os óculos escuros eu confirmei tudo no brilho do seu olhar. Era sinal verde! Percebi toda intensidade do seu desejo. Aí passei o braço pelo seu pescoço, puxei você pra mim e a beijei. Ganhei você!”
            
       E qual a mulher que depois de todo este cuidado e pegada de um homem não cantaria para ele:
Folhetim- Chico Buarque -Se acaso me quiseres/ Sou dessas mulheres/ Que só dizem sim…/ E eu te farei as vontades/ Direi meias verdades/ Sempre à meia luz/ E te farei, vaidoso, supor/ Que és o maior e que me possuis


Ela encantada e gostando da reação dele ao seduzi-lo, então continuou: O meu amor- Chico Buarque - O meu amor/ Tem um jeito manso que é só seu/ E que me deixa louca/ Quando me beija a boca/ A minha pele inteira fica arrepiada/ E me beija com calma e fundo/ Até minh'alma se sentir beijada, ai.../ Que rouba os meus sentidos/ Viola os meus ouvidos/ Com tantos segredos lindos e indecentes…
Eu sou sua menina, viu?/ E ele é o meu rapaz/ Meu corpo é testemunha/ Do bem que ele me faz                                                                                                                                                              
Ele não resiste e conta tudo que viu e sentiu quando ela cantou Chico para ele: “Você sorria lindamente enquanto me beijava e aceitava os meus beijos. Sorrisos de satisfação, de bem estar por romper amarras. Como os adolescentes, obnubilou a percepção do risco e foi se entregando gradativamente. Sua essência feminina: Revelou-se pra mim uma mulher, como dizem os americanos: falling in love, aquela que eu tinha certeza que encontraria…”                                                                                                                     
E como não poderia faltar para consagrar este momento, ele continua cantando e lembrando o nosso Elvis: Elvis Presley - Can't Help Falling In Love - Homens sábios dizem que só os tolos se entregam/ Mas eu não consigo evitar me apaixonar por você/ Devo Ficar? / Seria um pecado se eu não consigo evitar me apaixonar por você..


Quer coisa melhor do que um homem se declarando, expressando e cantando (não importa o tom) para uma mulher. Ela tem que baixar a guarda e cantar: Como Eu Quero - Kid Abelha - Diz prá eu ficar muda/ Faz cara de mistério…/Agora não tem jeito/ Cê tá numa cilada/ Cada um por si/ Você por mim e mais nada.../ Uh! Eu quero você/ Como eu quero!.../ Longe do meu domínio/ Cê vai de mal a pior/ Vem que eu te ensino/ Como ser bem melhor...                                                                       
Então com jeitinho começamos a cantar a sedução. As mulheres sabem que os homens não gostam de dançar, mas cantar não é dançar. Agora, que cantar e dançar ajuda uma mulher a ficar mais “faceira” e louquinha pelo seu homem, isso lá é verdade.  Porém meninas lembrem que eles também têm algumas preferências musicais, como: Amor e sexo - Rita Lee/Arnaldo Jabor/Roberto de Carvalho - Amor é bossa nova - Sexo é carnaval/ Amor é para sempre - Sexo também/ Sexo é do bom - Amor é do bem/ Amor sem sexo é amizade/ Sexo sem amor é vontade                                                
Algumas mulheres devem estar pensando: “só podia ser, eles só pensam naquilo..”.  Eles pensam sim e estão certos em pensar. Dançar para as mulheres faz o mesmo efeito que “aquilo” para eles. E então eles estimulam suas mulheres começando com uma bela música, é claro. Lembra da Kim Basinger na cena do streep tease em 9 e meias semanas de amor?  "You Can Leave Your Hat On" - Joe Cocker  - Baby tire seu casaco/ bem lentamente/ E tire seus sapatos/ Tire seu vestido/ Sim/ Você pode deixar seu chapéu/ Vá lá Acenda a luz. Não todas as luzes/ Você me dá uma razão para viver                                                                                                                                   
E depois de ficar só de chapéu porque não encarar uma trilha da nossa Rockeira maior com: Mania de você - Rita Lee/Roberto de Carvalho- Meu bem você me dá água na boca/ Vestindo fantasia, tirando a roupa/ Molhada de suor/ De tanto a gente se beijar/ De tanto imaginar loucuras/ Nada melhor do que não fazer nada/ Só pra deitar e rolar com você!                                                                                                                        
Com tudo isso ainda quer resistir? Agora vai dizer que ele lhe cantando essas letras você não se arrepia? Mas, ele não para por aí, e continua dizendo que: Meu jeito doce encontrou correspondência no teu modo suave de reagir às minhas investidas. Teu beijo combinou completamente com o meu. Fiquei e estou querendo muito, muito mais… você se deleitava com os meus carinhos. Amei que deitasse no meu ombro, que agarrasse o meu braço e me beijasse o pescoço, exatamente como a namorada que eu queria que fosse. Ainda vou cantar muito pra você, porque adorei o efeito.”                                                                                                                                                         
Noooossa agradeça cantando… Lança perfume - Rita Lee- Lança menina/ Lança todo esse perfume/ Vê se me dá o prazer de ter prazer comigo.../ Me aqueça!/ Me vira de ponta cabeça/ Me faz de gato e sapato/ E me deixa de quatro no ato/ Me enche de amor, de amor.                                                                                                                                                  
Então, percebeu como é bom se expressar cantando, despertar o amor dentro de você. Se apaixone e não querer se afastar de quem ama. Diga, cante e não esconda que o que você que mesmo é: Três Lados - Skank - E quanto a mim, te quero, sim/ Vem dizer que você não sabe/ E quanto a mim, não é o fim/ Nem há razão pra que um dia acabe                                                                                                                
E se conseguir também dance…Rua Ramalhete- Tavito - Muito prazer vamos dançar/ Que eu vou falar no seu ouvido/ Coisas que vão fazer você tremer dentro do vestido…                                                                                    
Porque certamente ele se lembrará de momentos em que raramente vocês dançaram e lhe dirá: “… sussurrar no ouvido coisas que fazem uma mulher tremer dentro do vestido. É como anotar o amor em bilhetes... É marcante. Dançar foi maravilhoso, embora eu não dance nada. Parecia que estávamos só nós dois na pista de dança”       
E, depois de aprender a se declarar e se expressar cantando a gente só quer é: Close To You – The Carpenters - Por que as estrelas caem do céu/ Cada vez que você passa?/ Assim como eu, elas desejam estar/ Perto de você/ Perto de você
O que está esperando? Vá cante e encante quem você ama!!!!

26 de set de 2011

O encontro com meu amante latino

O encontro com meu amante latino: Hoje vamos falar de amor e de um amante que tenho e que provavelmente muitos de vocês também se identificarão com a fidelidade a ele....
E em vez de beber ou fazer amor .....

Investir em reforma ou construção? Só se….Cadavez...


Investir em reforma ou construção? Só se….
Cada vez fica mais evidente o quanto é necessário ter habilidade e jogo de cintura para a manutenção e resolução de problemas dentro de uma relação a dois. Poucos de nós estão naturalmente equipados para conseguir isso. Cada um pensa que esta fazendo a sua parte para a relação dar certo, mas lá pelas tantas é pego de calças curtas quando vêm as reclamações da outra parte mostrando problemas e necessidades insatisfeitas.
Casais acabam “empurrando os problemas com a barriga”, ou mesmo substituindo-os por outros menos doloridos para não enfrentá-los com receio de uma separação. Não lidar com problemas conjugais pode significar uma acumulo de ressentimento ou mágoa. Existem inúmeras fontes de estresse e conflitos conjugais como os problemas financeiros, as responsabilidades domésticas, os hábitos irritantes, as disfunções sexuais, as expectativas não atendidas que é uma importante fonte de conflito no casamento. Porém além destas, o excesso de trabalho e a construção ou reforma de uma casa tem chamado atenção dos terapeutas de casais pela busca de ajuda em por esses problemas estarem levando a separação.
A verdade é que o quesito reformar ou construir nada mais é do que administrar problemas, frustrações e incompetências em várias áreas. No fundo, todo mundo se considera um pouco arquiteto, engenheiro ou decorador em potencial, mas no frigir dos ovos são todos desajeitados e o ideal seria buscar um arquiteto.
Um casal quando resolve iniciar uma obra deveria pensar além dos prós. Sabemos que construir é terrível, causam discussões, ressentimentos e até separações se o casal não está bem.
Em toda relação saudável é necessário que exista respeito, admiração, disponibilidade e compromisso.  Ao decidir construir ou reformar, é preciso saber que haverá estresses nas relações domésticas. É comum uma construção terminar em grandes conflitos conjugais. Por isso, é importante tomar a decisão de quem será o responsável pela condução da obra junto às pessoas executoras, para diminuírem essas discussões. A ansiedade de querer ver tudo pronto, os gastos fora de controle e a sujeira fazem com que a tensão doméstica e do casal esteja sempre elevada. Quem leva a pior são as pessoas que estão próximas.
Geralmente em reformas e construções as diferenças de gênero ficam bem visíveis, pois geralmente o homem está mais focado nas questões econômicas e a mulher tem uma visão mais ampla e detalhada, dando atenção aos cuidados estéticos e no bem estar da família com os ambientes. Aí começam as brigas tornando-se difícil segurar a irritação de um marido que se vê gastando rios de dinheiro, enquanto a mulher fica preocupada (além do todo) se os filhos irão gostar dessa ou daquela cor da parede.
Acredito que a pessoa que conduz uma obra tem que ter habilidade e saber trabalhar com o humor dos clientes, bem como aprender a conciliar as diferenças entre eles.
A casa é o porto seguro das pessoas, portanto mexer na estabilidade e tranqüilidade só pode deixá-los inseguros. Por isso que esses respingos (conflitos) quando caem em áreas, às vezes, frágeis e vulneráveis como a relação do casal podem abalar as estruturas não só do imóvel.  Por isso que algumas pessoas reformam a casa pelo medo de procurar uma terapia e resolver outras coisas mais urgentes como seu casamento!
Então antes de pensar em mexer nas estruturas do seu imóvel sugiro sentarem e conversarem se o relacionamento agüentará o stress deste investimento, saber ouvir e saber falar.  A família tem que se preparar para lidar com a tensão emocional de uma reforma ou construção.
É importante que todos os membros da casa se disponibilizem a ajudar tanto nas questões econômicas quanto na administração das alterações de humor decorrentes deste momento.
Embora uma obra possa trazer problemas, ela também é uma oportunidade de aprendizagem, crescimento e recasamento. Este investimento tanto da obra como do enfrentamento dos conflitos surgidos a partir dela se tornarão uma excelente oportunidade de crescimento para você, sua parceria e família. Afinal o início e o propósito de tudo acredito ter sido o sentimento que existe dentro deste porto seguro: o amor entre vocês!
Não desista e sim enfrente.

20 de ago de 2011

Semelhante ao Orgasmo da Mulher

Pesquisas já constataram que estes sinais são semelhantes as sensações experimentadas durante o pico da excitação, o orgasmo e o relaxamento que ele produz.
Lembre de quando você experimentou algo semelhante a esta cena e associe à um orgasmo.
A próxima vez que isto acontecer com você libere ao máximo e curta. Isso é um treinamento para seus próximos orgasmos.

15 de ago de 2011

RITMOS DIFERENTES PARA O SEXO


No mundo de hoje, com horários agitados torna-lo um desafio encontrar tempo e adequar o ritmo de cada um para o sexo. Mesmo quando o casal consegue se encontra, iniciam um levantamento de qualidade do "ISSO 9000". ELA está off-line esperando por uma refeição de quatro pratos com café e sobremesa e ele entra on-line pronto para um Big Mac. O homem em média leva entre 5 e 10min para chegar ao orgasmo, e a segunda pode levar de 5min há vários dias. Já o ritmo da mulher para chegar ao orgasmo pode levar meia hora, com periodo de recuperação rápido ou nenhum.
Vale a pena adequar os ritmos

Traição! Perdão??? Diminuição do Prazer Sexual!! .

O sentimento de traição que você carrega após uma infidelidade está acabando com sua relação apesar de você pensar que perdoou? Na verdade o que pode levar muitas pessoas a perdoar é mais o egoísmo do que qualquer outra coisa. Dói muito ficar com raiva e ela se torna algo auto-destrutivo, como o medo da solidão, por exemplo. Então a pessoa faz de conta que perdoa, mas isso se não for verdadeira irá aparecer em seguida no prazer sexual. Observe!!!!

A grama do vizinho é sempre mais verde ..

"A melhor relação amorosa é aquela que nunca tivemos."
                                                              Norman Lindsay

        É fácil idealizar o amor que nunca tivemos ou que não conhecemos. 
        Quando você encontra o seu parceiro de repente aborrecido ou não satisfazendo suas expectativas o outro começa parecer tentador. Neste momento pare e lembre-se que a realidade nunca pode competir com a fantasia. Então ame o que você tem e conhece!

2 de ago de 2011

A Rádio Cidade está de cara nova

A Rádio Cidade está de cara nova

Nova programação
A programação da Rádio Cidade também será ajustada. As três grandes novidades são os novos programas: Tamo Junto, Pegação e FatDuo na Área.
Tamo Junto - A rádio ganha um grande reforço na equipe de comunicadores com a chegada de Ico Thomaz, apresentador do Patrola, da RBS TV. Em parceria com Adriano Moraes, Ico vai comandar o Tamo Junto, de segunda a sexta-feira, das 12h às 13h. Além de música, o programa contará com participação dos ouvintes, entrevista com convidados especiais e um quadro de humor.
Pegação - Como o nome já diz, o Pegação terá foco em relacionamentos afetivos, incluindo um quadro apresentado pelas sexólogas Lúcia Pesca e Andréa Alves, as mesmas que respondem às dúvidas dos leitores do Diário Gaúcho na seção Falando de Sexo. A atração será apresentada por Juliana Vieira, que retorna aos estúdios em agosto. O programa irá ao ar das 20h às 21h de domingo a sexta-feira, e o ouvinte poderá interagir via redes sociais e celular.

FatDuo na Área
– Com o mesmo nome da coluna da dupla na revista Pah do Diário Gaúcho, o FatDuo na Área será apresentado pelos DJs Cabeção e Finna. O programa será superdançante e vai esquentar as noites de sábado a partir das 21h.
Programas consagrados como Love Songs, apresentado por Arlindo Sassi das 21h a 1h de domingo a sexta, prosseguem na grade, mas ganham um novo formato. A partir de terça, o Pagodão da Cidade, por exemplo, passa a se chamar Pagoderia, às 10h, e Boteco, às 17h, trazendo o melhor do pagode nacional.
Sobre a Rádio Cidade
A programação da rádio Cidade, sintonizada no dial FM 92,1, mescla música e informações do dia a dia voltada ao público jovem popular. A emissora dá ênfase também ao esporte e a uma extensa agenda de shows e festas de Porto Alegre e da Região Metropolitana. Dirigida ao público com idade entre 15 e 39 anos, a Cidade tem a descontração e a interatividade como características.
O programa de maior audiência é No Pique da Cidade (que a partir desta terça-feira muda de nome), apresentado por Mauri Grando das 14h às 17h, de segunda a sexta-feira. No pico, atinge 120 mil ouvintes por minuto e 14 pontos de audiência. A média geral da emissora é de 50 mil ouvintes por minuto.
Escute a rádio ao vivo pela internet aqui e acompanhe-a pelas redes sociais: www.twitter.com/rdcidade,www.facebook.com/rdcidade e Orkut.

E o seu desejo como anda???

Numero de idosos com aids aumenta a cada dia.wmv

Pesquisa sobre o conhecimento das mulheres sobre O QUE É EJACULAÇÃO PRECOCE


Avaliação do conhecimento sobre Ejaculação Precoce em amostra de mulheres de Porto Alegre

1.- Resumo da pesquisa:

Objetivo: O presente estudo propõe-se a avaliar o conhecimento específico sobre ejaculação precoce (EP) baseado na última definição proposta pela International Society for Sexual Medicine (ISSM) em uma amostra de mulheres de Porto Alegre.Método: Foram entrevistadas 405 mulheres com idades entre 18 e 70 anos em clínicas privadas da área da saúde e universidades. As participantes foram avaliadas através de questionário estruturado e autoaplicável. Este era composto por 4  perguntas com escores de 0 (desconhece absolutamente) a 4 (conhece absolutamente) cada uma.    Resultados: A idade média das mulheres foi 33,8 anos. Com relação a parceiros afetivos e sexuais, 63,48% tinha parceiros fixos e 20% revelou não ter vida sexual ativa naquela época. Para facilitar o entendimento, os dados analisados foram transformados em escala de zero a dez, como se fosse uma prova de conhecimentos valendo 10 pontos, sendo a média 7. A nota média do grupo entrevistado foi 6,7 (±1,6). Mais da metade das mulheres (60,2%) obteve nota inferior a 7, apesar de 75,8% das mulheres terem nível de escolaridade superior, somente 39,8% conseguiu atingir a média. Conclusões: O grande percentual de mulheres que desconhecem a atual definição sobre EP foi surpreendente (60%), visto que a maioria delas tinha nível de escolaridade superior, e que destas esperava-se maior esclarecimento e acesso às informações. Estudos futuros com parceira de ejaculadores precoces devem ser feitos para saber se esta população também desconhece o tema.

2.-  Artigo

A ejaculação precoce (EP) tem estado entre as disfunções sexuais mais prevalentes entre os homens com taxas  entre 10 e 30%. Atinge homens de todas as idades e, ao contrário da disfunção erétil, a EP na grande maioria das vezes não esta associada a condições orgânicas gerais. Estudos apontam que as dificuldades sexuais masculinas geralmente estão relacionadas as de suas parceiras podendo, inclusive, serem provocadas por estas. Tem sido freqüente a queixa de EP por parte das mulheres nos consultórios privados, entretanto, não sabemos se estas conhecem o conceito desta disfunção. Por esta razão, o presente estudo propõe-se a avaliar o conhecimento específico sobre EP em uma amostra de mulheres de Porto Alegre, baseado na última definição proposta pela International Society for Sexual Medicine (ISSM).

 Foram entrevistadas 405 mulheres com idades entre 18 e 70 anos em clínicas privadas da área da saúde e universidades. As participantes foram avaliadas através de questionário estruturado e auto-aplicável. Este era composto por quatro perguntas com escores de zero (desconhece absolutamente) a quatro (conhece absolutamente) cada uma. A idade média das mulheres foi 33,8 anos, sendo que 75,8% tinham ensino superior, 18,3% ensino médio e 5,9% ensino fundamental. Com relação a parceiros afetivos e sexuais, 33,8% era casada ou morava junto com companheiro, 29,6% tinha namorado fixo, 16,5% era solteira com parceiros eventuais e 20% revelaram não ter vida sexual ativa no momento. Com relação a parceiros afetivos e sexuais, 63,48% tinham parceiros fixos e 20% revelou não ter vida sexual ativa no momento. Para facilitar o entendimento, os dados analisados foram transformados em escala de zero a dez, como se fosse uma prova de conhecimentos valendo 10 pontos, sendo a média 07. A nota média do grupo entrevistado foi 6,7 (±1,6). Mais da metade das mulheres (60,2%) obtiveram nota inferior a sete, apesar de 75,8% das mulheres terem nível de escolaridade superior, somente 39,8% conseguiu atingir a média. Foi encontrada diferença estatisticamente significativa entre o conhecimento das mulheres com ensino superior, ensino médio e fundamental. As mulheres com 3º grau obtiveram nota superior (6,9), às com ensino médio (6,3) e fundamental (5,5).  Não houve diferença significativa entre o conhecimento das mulheres que trabalhavam fora e as que não trabalhavam, bem como a idade não estiveram associadas ao conhecimento sobre EP.  O grande percentual de mulheres que desconhecem a atual definição sobre ejaculação precoce foi surpreendente (60%), visto que a maioria delas tinha nível de escolaridade superior, das quais se esperava maior esclarecimento e acesso às informações. Estudos futuros com parceira de ejaculadores precoces devem ser feitos para saber se esta população também desconhece o tema. Esses achados indicam que as mulheres podem estar considerando ejaculadores precoces homens que não apresentam realmente este problema. 

Lúcia Pesca
Psicóloga, Terapeuta Sexual e Coordenadora do Comitê de Sexualidade da Soc. Psicologia do RS
Comite de Sexualidade da Sociedade de Psicologia do Rio Grande do Sul, Brasil
Pesca, L; Niederauer, K; Alves, A; Bortolin, M; Bronzatti, G; Hornos, L; Krug, R; Oliveira, B; Rodrigues, R