8 de fev de 2012

O clitóris é mais interno do que externo


Nas aulas de biologia, o clitóris fica famoso por ser aquele pequeno apêndice arredondado logo acima da entrada da vagina, como um órgão externo e visível. Este órgão, na realidade, é composto de mais de 8.000 fibras nervosas, sua única função é o prazer sexual e ele se enrola ao redor da vagina. Quando a mulher fica excitada, ele tende a ficar ereto e o prazer sexual da mulher aumenta automaticamente. Embora o homem não possa ver nada disso, conforme explicam os pesquisadores, é possível sentir.

Pensar, ler ou fazer sexo deixa as mulheres mais atrativas


        A atividade sexual feminina dobra os níveis de estrogênio pelo corpo, o que torna o cabelo mais brilhante e a pele mais macia. Pesquisadores defendem que este hormônio pode ser tratado como a “fonte da juventude” das mulheres. Além disso, o orgasmo feminino envolve uma reação em que as bochechas ficam mais rosadas e os lábios mais vermelhos, especialmente em temperaturas altas. É quase como um tratamento de beleza completo sem sair do colchão

O Ponto G não existe


Ao longo da história, muito se falou sobre a busca de uma suposta zona erógena que deixa as mulheres automaticamente em estado de excitação: seria o chamado ponto G. Estudos recentes, no entanto, garantem ter vasculhado todas as regiões da vagina e não encontrado nenhuma área em particular com essa função. Existem, no entanto, várias partes em que a estimulação sexual causa efeitos observáveis, embora o homem não precise procurar incessantemente por elas. 

Apenas recentemente o orgasmo feminino é investigado


A ciência de um passado não muito distante deixou de lado, em geral, os estudos sobre ejaculação e orgasmo nas mulheres, além da busca pelo chamado ponto G. Isso aconteceu, conforme explicam os pesquisadores, porque estas coisas nada têm a ver com reprodução, estão relacionadas estritamente ao prazer. E nem sempre o ato sexual foi visto sob essa perspectiva. Isso sem falar na mãozinha que a tecnologia tem dado, com novas formas de investigar o corpo da mulher.

Dieta influencia o sabor do sêmen


Os adeptos de sexo oral podem se interessar por essa dica: o sabor do esperma é condicionado de acordo com o que o homem costuma comer. Frutas doces como abacaxi, kiwi e melancia, por exemplo, tendem a deixar o sêmen com um sabor mais leve, enquanto cerveja e café fazem o contrário. Além do sabor, pode haver mudanças na textura: carnes em geral podem tornar a ejaculação mais “amanteigada”. Já as frutas cítricas e ácidas tornam o esperma um pouco mais doce. 

Sexo ajuda a manter a saúde


      Cientistas afirmam que existem benefícios reais à saúde relacionados ao sexo. A atividade sexual aumenta os níveis de imunoglobulina A, um poderoso anticorpo que previne gripes e resfriados antes de começarem, além de combater alguns vírus na entrada da boca e do nariz, impedindo que entrem no corpo.  O sexo, enfim, é um ótimo auxiliar do sistema imunológico.
      O que estão esperando?

Homens ficam mais generosos perto de mulheres atraentes

      Um novo estudo comprovou cientificamente o que qualquer um poderia chegar a conclusão se observasse o comportamento masculino com cuidado: que os homens setornam mais generosos perto de mulheres atraentes. E por quê? Obviamente, porque querem impressioná-las.
       Assim como um pavão exibindo sua plumagem, os homens são mais propensos a se mostrar através de boas ações se estiverem em companhia de membros atraentes do sexo oposto.
       O estudo mostrou que os homens concorrem ativamente para superar uns aos outros com atos generosos quando estão sendo observados por mulheres atraentes, mas não quando são observados por outros homens.
       O mais incrível é que o mesmo não se aplica às mulheres (eu já sabia), cuja abnegação e altruísmo permanecem os mesmos tanto na companhia de homens quanto mulheres.
       Os pesquisadores acreditam que os homens mudam seu comportamento na presença de mulheres porque instintivamente tentam aumentar suas chances de conseguir uma parceira.
       Se boas ações dos homens aumentam quando confrontados com uma oportunidade de “copular”, talvez não seja “machista” colocar mulheres atraentes em campanhas. Pelo contrário, nisso pode residir a chance de incentivar atos altruístas.
Fonte: Telegraph

7 de fev de 2012

AGRESSÃO EM NAMORO


Abuso no namoro não é algo que todo mundo fale, mas isso não significa que não aconteça. 

Considere que:
1 em cada 4 meninas adolescentes dizem ficar preocupadas por serem agredidas fisicamente por seus parceiros.
1 em cada 4 adolescentes em um relacionamento sério dizem que um namorado ou namorada tentou impedi-los de passar mais tempo com amigos ou familiares, o mesmo número é pressionados à passar o tempo apenas com seu parceiro.
Metade dos adolescentes que relataram sofrer pressão sexual  têm medo da relação terminar se não fizer o que o outro quer
Quase 1 em cada 4 meninas em relacionamento (23%) relataram ir mais longe sexualmente do que elas queriam, como resultado da pressão.

Às vezes pode ser difícilreconhecer a agressão como ela é. Os relacionamentos são cheios de poderosos e esmagadora  emoções e pode ser difícil dar um passo para trás e avaliar a situação. Você não pode ter um olho negro, mas isso não significa que seu parceiro não tem sido abusado com você. Namoro abuso vem em uma grande quantidade de formas diferentes, e nem sempre deixa marcas visíveis a olho nu. 

As pessoas podem experimentar vários tipos de abuso. Estes podem incluir:
O abuso físico: qualquer uso intencional da força física a intenção de causar medo ou lesão, como bater, empurrar, morder, estrangular, chutar, ou usando uma arma.
O abuso emocional: não-físico comportamento, tais como ameaças, insultos, humilhações, intimidações, isolamento, ou perseguição.
Abuso sexual: qualquer ação que obriga o comportamento sexual indesejado à você por outra pessoa. Isto inclui você fazer algo que não quer sexualmente, se recusando a fazer sexo seguro, pressionando você a ir mais longe do que você deseja sexualmente, ou fazer você se sentir mal sobre si mesmo sexualmente.

Abuso no namoro não vem isolado de uma pessoa potencialmente agressiva. Por exemplo: a pessoa que não demonstrar ser agressivo, mas passa se elogiando e desvalorizando o outro; aquela que ameaça abandonar se o outro não fizer o que ela quer ou se seu parceiro é fisicamente agressivo, é provável que ele também tenha dificuldades emocionais em outras áreas de sua vida pessoal.

Seu namorado ou namorada ...
Pressionou a entrar em um relacionamento sério ou ter relações sexuais no início do namoro / antes que você estivesse pronto?
É ciumento ou possessivo - dizendo que isto é porque ama?
Envia email ou SMS à você constantemente? Atormentando a online?
Desconsidera o seu ponto de vista ou desejos?
Bebe muito ou usa drogas e depois culpa o álcool e as drogas para  seu comportamento

Estas são apenas algumas perguntas que você pode se perguntar.
ALERTA, se seu parceiro tem dito ou feito algo que pareça ser uma bandeira vermelha, siga sua intuição  É hora de pedir ajuda e colocar um fim nisso.

Fonte: stayteen.com