26 de set de 2011

Investir em reforma ou construção? Só se….Cadavez...


Investir em reforma ou construção? Só se….
Cada vez fica mais evidente o quanto é necessário ter habilidade e jogo de cintura para a manutenção e resolução de problemas dentro de uma relação a dois. Poucos de nós estão naturalmente equipados para conseguir isso. Cada um pensa que esta fazendo a sua parte para a relação dar certo, mas lá pelas tantas é pego de calças curtas quando vêm as reclamações da outra parte mostrando problemas e necessidades insatisfeitas.
Casais acabam “empurrando os problemas com a barriga”, ou mesmo substituindo-os por outros menos doloridos para não enfrentá-los com receio de uma separação. Não lidar com problemas conjugais pode significar uma acumulo de ressentimento ou mágoa. Existem inúmeras fontes de estresse e conflitos conjugais como os problemas financeiros, as responsabilidades domésticas, os hábitos irritantes, as disfunções sexuais, as expectativas não atendidas que é uma importante fonte de conflito no casamento. Porém além destas, o excesso de trabalho e a construção ou reforma de uma casa tem chamado atenção dos terapeutas de casais pela busca de ajuda em por esses problemas estarem levando a separação.
A verdade é que o quesito reformar ou construir nada mais é do que administrar problemas, frustrações e incompetências em várias áreas. No fundo, todo mundo se considera um pouco arquiteto, engenheiro ou decorador em potencial, mas no frigir dos ovos são todos desajeitados e o ideal seria buscar um arquiteto.
Um casal quando resolve iniciar uma obra deveria pensar além dos prós. Sabemos que construir é terrível, causam discussões, ressentimentos e até separações se o casal não está bem.
Em toda relação saudável é necessário que exista respeito, admiração, disponibilidade e compromisso.  Ao decidir construir ou reformar, é preciso saber que haverá estresses nas relações domésticas. É comum uma construção terminar em grandes conflitos conjugais. Por isso, é importante tomar a decisão de quem será o responsável pela condução da obra junto às pessoas executoras, para diminuírem essas discussões. A ansiedade de querer ver tudo pronto, os gastos fora de controle e a sujeira fazem com que a tensão doméstica e do casal esteja sempre elevada. Quem leva a pior são as pessoas que estão próximas.
Geralmente em reformas e construções as diferenças de gênero ficam bem visíveis, pois geralmente o homem está mais focado nas questões econômicas e a mulher tem uma visão mais ampla e detalhada, dando atenção aos cuidados estéticos e no bem estar da família com os ambientes. Aí começam as brigas tornando-se difícil segurar a irritação de um marido que se vê gastando rios de dinheiro, enquanto a mulher fica preocupada (além do todo) se os filhos irão gostar dessa ou daquela cor da parede.
Acredito que a pessoa que conduz uma obra tem que ter habilidade e saber trabalhar com o humor dos clientes, bem como aprender a conciliar as diferenças entre eles.
A casa é o porto seguro das pessoas, portanto mexer na estabilidade e tranqüilidade só pode deixá-los inseguros. Por isso que esses respingos (conflitos) quando caem em áreas, às vezes, frágeis e vulneráveis como a relação do casal podem abalar as estruturas não só do imóvel.  Por isso que algumas pessoas reformam a casa pelo medo de procurar uma terapia e resolver outras coisas mais urgentes como seu casamento!
Então antes de pensar em mexer nas estruturas do seu imóvel sugiro sentarem e conversarem se o relacionamento agüentará o stress deste investimento, saber ouvir e saber falar.  A família tem que se preparar para lidar com a tensão emocional de uma reforma ou construção.
É importante que todos os membros da casa se disponibilizem a ajudar tanto nas questões econômicas quanto na administração das alterações de humor decorrentes deste momento.
Embora uma obra possa trazer problemas, ela também é uma oportunidade de aprendizagem, crescimento e recasamento. Este investimento tanto da obra como do enfrentamento dos conflitos surgidos a partir dela se tornarão uma excelente oportunidade de crescimento para você, sua parceria e família. Afinal o início e o propósito de tudo acredito ter sido o sentimento que existe dentro deste porto seguro: o amor entre vocês!
Não desista e sim enfrente.