9 de ago de 2013

NÃO HÁ NADA COMO UM BEIJO ROMÂNTICO

Os lábios são a zona erógena do corpo mais exposta. Cheios de terminações nervosas, um simples toque pode enviar uma cascata de informações para o cérebro, ajudando-nos a decidir se queremos continuar com um beijo (e relacionamento) ou não.

Um beijo gostoso age como uma droga, fazendo que a outra pessoa agradeça pela dopamina liberada. 

Um beijo pode fazer com que nossos vasos sanguíneos dilatem, o pulso aumente e as bochechas fiquem ruborizadas. As pupilas ficam maiores, por isso muitos têm vontade de fechar os olhos. Em outras palavras, o corpo é um espelho das reações que chamamos de “amar”.

59% dos homens e 66% das mulheres terminaram um relacionamento devido ao beijo.

Nós até podemos não estar totalmente conscientes das formas como nosso corpo responde a um beijo, mas uma coisa é certa, os beijos dão boas pistas para decidir o futuro de um relacionamento.

A ciência do beijo.Confira --> http://migre.me/fHFkW