16 de jun de 2012

AMOR DURADOURO COM SENTIMENTO E LAZER


     Os problemas sexuais do seu homem na cama pode significar mais do que apenas sexo frustrante ou uma relação que caiu na rotina. 
     Prestem atenção mulheres: ele vem apresentando alguns sinais ou sintomas de indisposição física ou stress? Está acontecendo problemas com a ereção dele eventualmente?  Vocês (o casal) já se preocuparam em avaliar se os problemas de saúde dele podem estar ligados à disfunção erétil?     Há uma forte união entre disfunção erétil e outras doenças físicas e emocionais - ambas podem estar ligadas há um conjunto de fatores de risco como: estresse, obesidade, tabagismo, diabetes, colesterol alto e um estilo de vida sedentário. Tudo isso em última análise, podem mexer com a qualidade de vida sexual de um homem
     Poucos homens fazem um check-up anual, e os problemas de desempenho na cama pode ser um importantesinal de alerta de que algo está errado.
     Dificuldade em ter ou manter a ereção muitas vezes podem ser o resultado de fatores de risco tanto de problemas físicos quanto emocionais, como ansiedade, depressão, crises vitais e ou efeito colateral de certos medicamentos. 
     Os homens devem procurar seu médico ou uma terapia sexual para avaliar os problemas sexuais ou físicos, mas geralmente é a parceira que inicia essa busca – isso se ela está preocupadacom a saúde dele e bem estar tanto do casal.
     O médico – um urologista - provavelmente irá investigar a disfunção, inicialmente com uma boa consulta clinica, e poderá recomendar a praticar uma vida saudável. 
     Os homens que fumam e abusam de álcool sãomais propensos a ter problemas sexuais, porque essas práticas não saudáveis ​​influenciam negativamente na circulação de sangue ao pênis. Para ajudar a ficar saudável sexualmente, inclui comer direito e fazer exercício físico diário. Ao fazer isso, você não só vai gozar de melhor saúde, como também irá desfrutar de melhor desempenho na hora do sexo!
     A ejaculação precoce é também uma preocupação comum que atinge cerca de 35% dos homens. Ejaculação precoce é entendida como a falta de controle sobre a ejaculação, que afeta negativamente o prazer sexual. É quando ele ocorre até um minuto antes ou após a penetração causando mal-estar psicológico. É uma disfunção que raramente tem componente físico. Muitos homens passam anos com este problema e mal sabem que em terapia sexual pode (claro que se motivado) ser brevemente resolvido.
     Então, não pensem que é só com você ou com seu parceiro que isto acontece. Conversem sem constrangimentos sobre o assunto e procurem ajuda quando as preocupações no quarto começarem a acontecer.